Ação Civil Pública contra a operadora Vivo é provocada pelo Legislativo em Uruguaiana

15 de março de 2017

Tags:Uruguaiana
Foto:Divulgação
A suspensão da venda de novos serviços prestados pela operadora de telefonia
Vivo é indicada pela Câmara Municipal de Uruguaiana. Na reunião ordinária desta
terça-feira, dia 14 de março, foi aprovada solicitação do vereador Carlos
Delgado (PP) propondo ao Prefeito execução de Ação Civil Pública contra a
operadora.
O parlamentar expôs a insatisfação dos consumidores quanto a
qualidade dos serviços registrada através de abaixo-assinado com cerca de 1.500
colaboradores. “Não são de hoje as frequentes quedas de sinal, reclamações e
problemas em relação a Vivo. Não podemos permitir que uma operadora sem
qualidade, continue cada vez mais realizando novos contratos, enquanto não
houver melhorias nos serviços já prestados”, declarou Delgado sobre a medida de
suspensão enérgica de venda.
Na indicação o vereador também solicita acompanhamento e
fiscalização desta demanda pela Comissão de Direitos Humanos, Acessibilidade e
Defesa do Consumidor da Câmara Municipal. (Câmara Municipal de Uruguaiana)

Ao Vivo - Rádio Carazinho