ALERTA PARA A POSSIBILIDADE DE TEMPORAIS NO RIO GRANDE DO SUL

4 de fevereiro de 2016

Foto: Lucas Uebel
Cinco dias após a combinação devastadora de chuva e ventania que atingiu a capital gaúcha, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e a Defesa Civil estadual emitiram nessa quarta-feira alertas para a possibilidade de novos temporais no Rio Grande do Sul. Agora, o mau tempo pode atingir, além da Grande Porto Alegre, o Centro, Sudoeste, Sudeste, Noroeste e o Nordeste do Estado. A previsão é de chuva de até 100 milímetros e ventos que podem chegar a 100 quilômetros por hora. Segundo o Inmet, é importante que os municípios se previnam, priorizando comunidades em áreas de risco.
Na última sexta-feira, os ventos em Porto Alegre atingiram a marca de 120 quilômetros horários, o que causou a queda de milhares de árvores e diversos postes de luz. A falta de energia elétrica provocada pelos danos acarretou na falta de água.
Casas foram destelhadas, janelas foram arrancadas, vidros estouraram (incluindo parte da cobertura do shopping Praia de Belas, no bairro de mesmo nome). No trânsito, o caos era sentido em forma de bloqueios em muitas ruas e avenidas e na inoperância de semáforos, muitos ainda sem funcionar.
As emergências do Instituto de Cardiologia e do Hospital de Clínicas, ambos na capital gaúcha, reabriram nessa quarta-feira. O atendimento nas unidades estava parcialmente suspenso. O barco Cisne Branco, que afundou durante a tempestade, terá o auxílio de uma segunda balsa para desvirá-lo. Somente depois será possível estimar prejuízos, diz a empresa responsável.
A frequência de eventos climáticos como o ocorrido há seis dias tende a se intensificar, conforme especialistas, devido ao aquecimento global. Resta ao RS e ao País a necessária adequação para minimizar danos dessas situações, alertam meteorologistas, para que, no futuro, não caracterizem outro dia a ser esquecido.

Ao Vivo - Rádio Carazinho