Avenida das Indústrias: perimetral incentivará o desenvolvimento de Carazinho

27 de julho de 2016

Tags:Carazinho
Foto:Diário AM

A Avenida das Indústrias é uma das iniciativas da Secretaria Municipal de Planejamento Urbanismo e Obras Públicas, que busca contribuir para o desenvolvimento de Carazinho, beneficiando as áreas de trânsito, transportes, logística e economia. Além disso, incentivará a instalação de empresas no seu entorno, bem como, através desta perimetral, ligar o final da Rua Bernardo Paz, no Bairro Medianeira à BR-285, proximidades da Ulbra, facilitando também o acesso aos dois distritos industriais.

De acordo com o secretário responsável pela Pasta, Roberto Klein, atualmente o projeto encontra-se em fase de desapropriação de área, numa extensão de 2.160 metros lineares, de 30 metros de largura do eixo existente da via (15 metros para cada lado da estrada). “A nossa ideia inicial é de criar com essa obra mais uma rota alternativa de trânsito para Carazinho, como se fosse uma perimetral”, destaca.

Após a desapropriação, o Município de posse da matrícula dessas áreas, poderá buscar recursos para execução da obra, que em valores atuais está orçada em R$ 7,5 milhões. O montante deve ser buscado através de financiamentos ou recursos federais, além de que aproximadamente 20% dos recursos serão do próprio Município.

O secretário do Planejamento revela que são sete matrículas que encontram-se em negociação com os proprietários. “Em princípio a desapropriação deverá ocorrer amigavelmente. Pelo fato de a estrada já existir, não haveria custos ao Município para fazer essa desapropriação, para posteriormente iniciar a execução do projeto da perimetral”, esclarece.

Foto:Diário AM



GRUPO TONIATO ESTÁ SE INSTALANDO NA ÁREA DO PROJETO
Nessa via, próximo ao encontro com a rodovia federal uma empresa de logística já adquiriu uma área e está se instalando. Trata-se do Grupo Toniato, que de acordo com o secretário do Planejamento, deve investir inicialmente, em cerca de 4 mil metros quadrados de área construída. “Essa empresa deverá ser beneficiada por esse projeto da perimetral. No mesmo trajeto, outras empresas poderão se instalar, podendo negociar áreas com os proprietários das terras, caso tenham interesse em comercializar, como ocorreu com a Toniato. Conforme o Plano Diretor de Carazinho é considerada uma área de produção urbana do eixo dessa estrada, 500 metros para cada lado e o restante é área residencial”, observa o secretário, lembrando que nesse trecho também foi construída a Estação de Tratamento da Corsan.

Klein ressalta que a Avenida das Indústrias será toda asfaltada, contando com canteiro central com ciclovia, arborização, postes de iluminação pública, em suas laterais estacionamento, paradas de ônibus e a circulação de veículos, principalmente para tráfego de caminhões, porque a Avenida dará acesso aos dois Distritos Industriais.

TREVO NO ACESSO À ULBRA TAMBÉM SERÁ CONSTRUÍDO
O secretário de Planejamento acredita que a parte de desapropriação não terá maiores problemas e o processo que poderá demorar mais será a obtenção de recursos, mas a intenção é de iniciar a obra ainda esse ano. “Essa perimetral irá ajudar muito no desenvolvimento de Carazinho, colaborando com a área de trânsito, transporte e logística, além de ser mais uma rota alternativa”, reitera.

Klein conclui que também há um projeto que prevê a construção de um trevo no acesso à Ulbra Campus Carazinho, que irá se somar à Avenida das Indústrias, melhorando também a acessibilidade e a segurança no trânsito nas imediações da universidade. “Esse projeto foi feito pelas empresas que estão instaladas no entorno, com rateio do valor do mesmo e a coordenação do Sindicar. O Município de posse desse projeto via DNIT vai tentar buscar recurso federal para executar esse trevo que também irá beneficiar a Avenida das Indústrias. São projetos independentes, mas possivelmente a obra do trevo deverá iniciar antes da perimetral”, prevê Klein.(Diário AM)

Ao Vivo - Rádio Carazinho