Banda gaúcha é investigada por estupro e morte de jovem no Paraguai

18 de maio de 2016

Integrantes da Banda Safira, da cidade de Santo Cristo, no Noroeste do RS, são investigados pelo Ministério Público do Paraguai por participação no estupro e assassinato de uma jovem brasileira que residia naquele país.
O corpo de Jéssica Lovatto de Oliveira, de 19 anos, promotora de eventos na Expo-Santa Rita, foi encontrado na madrugada do dia 8 de maio, em um esgoto, nas imediações da Feira. Segundo o MP paraguaio, exames periciais indicaram que a moça morreu por fratura do colo do útero e asfixia por estrangulamento. Além disso, o corpo apresentava sinais de abuso sexual.
Câmeras do circuito fechado da Feira mostram o momento em que Jéssica entra no ônibus da Banda, que estava estacionado no recinto da Feira, e havia sido contratada para tocar no evento por três dias. Ordem de prisão internacional para fins de extradição dos sete músicos do grupo musical já foi expedida pelo Ministério Público do Paraguai.
As informações são do Três Passos News.
Fonte:Portal 21

Ao Vivo - Rádio Carazinho