Cassação de Eduardo Cunha será pauta única da Câmara dos Deputados até outubro

6 de setembro de 2016

Tags:Brasil
Foto: Nilson Bastian
A Câmara dos Deputados repetirá neste ano a tradição de não realizar votações nas semanas que antecedem as eleições e deve ter o processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como pauta exclusiva até outubro. A decisão sobre o futuro do ex-presidente da Câmara está marcada para a próxima segunda-feira (12). Apesar de ser provavelmente a única votação do mês, há ainda risco de boa parte dos deputados não aparecer na sessão.
O “recesso branco” ocorre porque deputados preferem ficar em seus Estados participando da campanha eleitoral. Como não há votações marcadas, nenhum deles sofre desconto no salário de R$ 33,8 mil, mesmo que não apareçam em Brasília. Conspira ainda para a falta de quorum no dia 12 a articulação de Cunha e aliados para esvaziar a sessão.
Como a cassação do deputado afastado só ocorrerá com o voto de pelo menos 257 dos 513 deputados, ausências e abstenções o beneficiam.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está interinamente na Presidência da República devido à viagem de Michel Temer à China, disse que tentará ainda organizar uma pauta de votações para a terça-feira (13), mas a tendência é de que não haja quorum. Depois disso, as votações só serão retomadas após o primeiro turno, marcado para 2 de outubro.(O SUL)

Ao Vivo - Rádio Carazinho