China desenvolve metralhadora pesada à base da famosa arma soviética KPV

28 de dezembro de 2020

Tags:Mundo

As metralhadoras pesadas KPV de 14,5 mm soviéticas foram desenvolvidas na década de 1940 para suporte de infantaria e continuam em serviço em muitos países do mundo.

Existem modelos desta arma desenvolvidos para unidades de infantaria, antiaéreos e para equipar veículos blindados, estes últimos modelos, por exemplo, na Coreia do Norte são montados em tanques de várias modificações, incluindo em clones locais do T-62, escreve Rossiyskaya Gazeta.

Durante guerras localizadas, as metralhadoras KPV eram bastante utilizadas em veículos como picapes e jipes. A indústria da China iniciou a produção em série desta arma sob a designação Type 58.

No entanto em 2002, o Exército Popular de Libertação da China (EPL) adotou a metralhadora mais avançada QJG-02, que utiliza a gama completa de munições de 14,5 mm. Além de um suporte com rodas rebocado, esta metralhadora pode ser colocada em um tripé, sendo que seu peso total não excede 75 kg.

O princípio de funcionamento da arma consiste no aproveitamento dos gases de queima do cano. A cadência de tiro chega até 600 disparos por minuto. A velocidade inicial da bala é de cerca de 1.000 m por segundo. O alcance máximo de alvos terrestres é de 2.000 metros.

A particularidade desta metralhadora é que ela pode ser desmontada em cinco partes que podem ser facilmente transportadas pelos militares.

Metralhadora pesada chinesa QJG-02.

Ao Vivo - Rádio Carazinho