Dream Team americano passa pela Espanha e pega a Sérvia na final

20 de agosto de 2016

Foto: Getty Images

O Dream Team atacou novamente. Na reedição da final Olímpica do basquetebol masculino em Londres 2012 e Pequim 2008, os americanos venceram a Espanha pela terceira vez, com o placar de 82 a 76, e mandaram os espanhóis para a disputa do bronze. Seu adversário na final, marcada para domingo (21), às 15h45, será a Sérvia, que passou pela Austrália no outro cruzamento.
Com 23 pontos, o espanhol Pau Gasol, que era dúvida para a partida, foi o cestinha da tarde na Arena Carioca 1. Mas todo seu esforço não foi suficiente para frear Kevin Durant e companhia, especialmente Klay Thompson, que marcou 22 pontos. Após vencerem o primeiro quarto por 17 a 26, os americanos foram aumentando a contagem nas etapas seguintes. A Espanha reagiu no fim, cortou a diferença para seis pontos, mas não conseguiu evitar mais uma derrota diante dos grandes favoritos.
O público que lotou as arquibancadas vibrou com as enterradas de DeAndre Jordan no segundo e terceiro quartos e com uma bela ponte aérea finalizada pelo espanhol Willy Hernangomez na segunda etapa. Após a partida, o americano falou sobre suas expectativas para a grande final no próximo domingo (21), às 15h45. “Se pudermos repetir o que fizemos hoje será ótimo”, afirmou Jordan.

Na torcida

Entre Espanha e Estados Unidos, os brasileiros que estavam nas arquibancadas do Parque Olímpico escolheram torcer por um bom jogo.c, disse o torcedor Acácio Barreto, que foi assistir a partida com a bandeira do Bangu, seu time do coração.

“Vim torcer pelo bom jogo”, resumiu flamenguista Igor Barreto. Pelas contas do morador de Niterói, o jogo de hoje era o vigésimo que ele assistiu no Rio 2016. “Vi três partidas das quartas e vou acompanhar as duas semis”, disse ele. A paulista Flavia Martins também marcou presença na arena. “Vou torcer por quem jogar melhor”, afirmou ela. “Mas estou achando o jogo meio morno”, acrescentou, no fim do segundo quarto.

Sérvia bate a Austrália com facilidade

Na segunda semifinal, a Sérvia passou com facilidade pela Austrália, vencendo a equipe da Oceania por 87 a 61. O principal destaque da vitória europeia foi o armador Milos Teodosic, que marcou 22 pontos e deu cinco assistências. O pivô Miroslav Raduljica marcou onze pontos e apanhou seis rebotes. Pelo lado da Austrália, o armador Patty Mills e o ala Brock Motum anotaram 13 pontos.

A Sérvia foi a seleção que criou mais dificuldades para os Estados Unidos na primeira fase. No confronto entre as equipes, na quarta rodada, os americanos venceram por 94 a 91, mas os sérvios tiveram uma chance de empatar a partida, que não foi aproveitada. As duas equipes também se encontraram na final da Copa do Mundo de 2014, com outra vitória americana.

“Tomando como base as últimas partidas que fizemos contra eles, temos tudo para acreditar que podemos jogar muito bem. Mostramos no último jogo que eles não são imbatíveis. Sabemos como jogar contra eles e vamos fazer isso”, comentou Raduljica.(Rio2016)

Ao Vivo - Rádio Carazinho