ESTATÍSTICA REGISTRA ALTO ÍNDICE DE CASOS DE AGRESSÕES A MULHERES EM URUGUAIANA

19 de junho de 2015

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Uruguaiana, implantada há um ano na cidade, preenche lacuna importante nas questões relacionadas a segurança das vítimas de agressões e maus tratos. Comandada pela delegada Caroline Bortolotti Hubert, consegue cumprir o seu papel na malha de proteção à mulher do município. Todas as vítimas que buscam a delegacia são direcionadas a vários setores. Geralmente, são encaminhadas para Exame de Corpo Delito, no caso de crimes que deixam lesões corporais. Também são solicitadas à Justiça medidas protetivas de urgência a favor das vítimas. Outra medida, segundo a delegada Caroline, é o encaminhamento das vítimas para tratamento psicológico e é nesse momento que a DEAM encontra dificuldades em sua rotina. “Não há um centro de referência em tratamento psicológico no município e a solução é enviar as vítimas para o atendimento psicológico e social do município”, salienta a delegada. A Delegacia da Mulher mantém atendimento de segunda-feira a sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h às 18h. Em caso de dúvidas, busca de esclarecimentos e orientações os interessados devem ligar para o telefone (55) 3411-1125.

Fonte: Diário da Fronteira

Ao Vivo - Rádio Carazinho