ESTUDANTES DO CAMPUS URUGUAIANA DESOCUPAM UNIPAMPA

17 de junho de 2016

Tags:Uruguaiana
Foto:Diário da Fronteira

Após 20 dias de mobilização, os acadêmicos que estavam ocupando um dos prédios do Campus Uruguaiana da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) decidiram, em uma plenária, interromper a ação. A reunião foi realizada na segunda-feira (13) e, no mesmo dia, o local foi esvaziado pelos manifestantes.

A ocupação iniciou no dia 24 de maio com uma paralisação, na qual as aulas ficaram suspensas por uma semana. A partir do dia 31, as atividades voltaram ao normal na unidade. Em nota, o Movimento Ocupa Unipampa Uruguaiana divulgou que a decisão foi tomada por conta do enfraquecimento da ação devido ao retorno das aulas e da falta de apoio de alguns docentes do Campus. “Embora com esta temporária interrupção, o movimento permanece mobilizado e atento aos acontecimentos. Sabemos que a cada dia, os cortes no orçamento da Universidade interferem de forma negativa no andamento e na qualidade das aulas, serviços e projetos de pesquisa, ensino e extensão”, escreveram os alunos. Segundo o acadêmico Danton Bittencourt, integrante do movimento, com a proximidade do período de provas foi ficando difícil conciliar a mobilização com as atividades acadêmicas. “Mesmo assim, pretendemos manter a programação com atividades culturais pelo menos duas vezes por semana”, relatou.

Nesta quinta-feira (16), os estudantes irão realizar um espaço de debates que será aberto à comunidade acadêmica, no hall de entrada do prédio que estava sendo ocupado. O tema das discussões será “A LGBTfobia no Brasil”, em alusão ao ataque em uma boate gay no último domingo (12) que matou 49 vítimas e deixou 53 pessoas feridas. Além disso, no dia 19 de junho, às 16h, está programada uma caminhada com o mesmo tema. A passeata sairá da Praça Argentina e percorrerá as ruas do centro da cidade até a Praça Barão do Rio Branco.(Diário da Fronteira)

Ao Vivo - Rádio Carazinho