Governo do Estado afasta dois servidores acusados de envolvimento na fraude em programa estadual de incentivo ao esporte

3 de agosto de 2016

Foto: Marjuliê Martini
Após a determinação do governador José Ivo Sartori  para a abertura de sindicância para apuração dos fatos envolvendo o Programa Pró-Esporte, o governo do Estado confirmou no final da tarde desta terça-feira (2) o afastamento de dois servidores envolvidos no caso.
Um procurador do Estado, a ser nomeado pelo procurador-Geral, Euzébio Ruschel, cuidará do processo de sindicância.
Os órgãos envolvidos estão instruídos a colaborar com as investigações e franquear acesso a todas as informações solicitadas pelo MP (Ministério Público) e demais órgãos de fiscalização.
De acordo com o MP, os dois servidores recebiam propina para aprovação de um projeto do Esporte Clube Passo Fundo que previa liberação de 800 mil reais através do programa.
A diretoria do Esporte Clube Passo Fundo disse que as duas pessoas ligadas ao clube – e que também são investigadas – não pagaram propina e que o projeto foi encaminhado dentro da lei.(O SUL)

Ao Vivo - Rádio Carazinho