Grêmio busca empate com o Palmeiras e está na semifinal da Copa do Brasil

20 de outubro de 2016

Foto: Lucas Uebel
O Grêmio sofreu bastante, saiu atrás do placar, mas lutou muito até empatar com o Palmeiras, nesta quarta-feira, na Arena Palmeiras. A igualdade em 1 a 1 garantiu o Tricolor na semifinal da Copa do Brasil, já que o time havia vencido por 2 a 1 em Porto Alegre.  Os gremistas combateram a vontade do Palmeiras com muita marcação. O primeiro tempo foi durante boa parte dos donos da casa, mas depois o Tricolor conseguiu equilibrar as ações, apesar de criar poucas chances.
Agora, o adversário será o Cruzeiro, que derrotou o Corinthians hoje, em busca de um lugar na final, num duelo que inicia na semana que vem. Antes, porém, o foco volta para o clássico Gre-Nal do Brasileirão, domingo às 17h, na Arena.
Grêmio segura a pressão
Logo aos seis minutos, Bruno Grassi teve que fazer grande defesa. Lucas Barrios lançou Gabriel Jesus na cara do gol. Ele chutou à queima-roupa e o goleirão conseguiu espalmar. Aos 12, Egídio levantou bola na área e Barrios cabeceou firme. Para sorte tricolor, carimbou o travessão.
A pressão dos paulistas seguiu, com o Grêmio marcando firme, mas sem conseguir aliviar o aperto. Aos 23, foi a vez de Marcelo Oliveira salvar. Allione recebeu na cara do gol e chutou forte, o lateral gremista se atirou de carrinho para afastar.
No contragolpe, o Tricolor teve sua melhor chance. Douglas recebeu no meio e lançou Pedro Rocha na área. De frente para o gol e sem marcador, o garoto foi precipitado e chutou para fora. Podia ter rolado para Luan, ou esperado a saída do goleiro, mas bateu torto na bola.
A resposta do Palmeiras foi com mais um lance de levantar a torcida. Egideo levantou na área, Gabriel Jesus ajeitou com o peito e Allione chutou para o gol. Kannemann tirou de barriga. Ao menos no intervalo, o placar garantia o Grêmio na semifinal.
Palmeiras abre o placar
Os comandados de Renato Portaluppi voltaram mordendo e, por pouco não abriram o placar no início do segundo tempo. Luan apareceu bem pelo meio e lançou Douglas na cara do gol. Faltou perna para o camisa 10 chegar para conferir. Aos 3 minutos, Douglas levantou na área, Marcelo Oliveira cabeceou e Jailson tirou no ângulo esquerdo.
Dois minutos depois, porém, uma falha na bola aérea fez lembrar tempos ruins da zaga gremista. Egídio cobrou escanteio, Barrios desviou no segundo pau e Thiago Martins chegou sozinho para cabecear no fundo das redes o 1 a 0 – resultado que classificaria o Palmeiras à semifinal.
A defesa continuou instável no fundamento e, aos 10, Thiago cabeceou de novo, mas Bruno Grassi defendeu no meio do gol. O Grêmio respondeu com Edílson. Ele disparou pela direita, driblou dois e cruzou rasteiro. Walace chutou no canto direito, mas Jailson espalmou.
Tricolor aproveita vantagem numérica
Aos 20, a situação começou a melhorar para o Tricolor. Éverton entrou no lugar de Pedro Rocha e, em um dos seus primeiros lances, sofreu um carrinho violento. Allione nem teve o benefício da dúvida e tomou cartão vermelho direto.
Com um a mais, o Grêmio foi para cima. Mas não sem antes trocar o goleiro Bruno Grassi, lesionado, por Léo e perder Renato na casamata. O treinador foi expulso por reclamação. Antes, ele ainda tinha dado o comando para Bolaños substituir Ramiro.
O dia era do garoto Éverton, no entanto. Aos 30 minutos, Douglas recebeu na área, protegeu da marcação e fez a assistência para Éverton. O garoto dominou e fez o giro. Chutou muito forte, no canto esquerdo. A bola passou rente ao poste, sem chances para Jailson. Empate providencial e que garantia o Tricolor na semifinal.
Copa do Brasil – Quartas de final
Palmeiras 1
Jailson; Fabiano, Edu Dracena, Thiago Martins e Egídio; Gabriel, Thiago Santos, Cleiton Xavier e Allione; Gabriel Jesus e Lucas Barrios. Técnico: Cuca
Grêmio 1
Bruno Grassi; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Ramiro, Maicon e Douglas; Pedro Rocha e Luan. Técnico: Renato Portaluppi.
Gols: Thiago Martins (5min/2ºT); Éverton (30min/2ºT).
Fonte:Correio do Povo

Ao Vivo - Rádio Carazinho