Inter vence Sport e chega aos sete pontos

27 de maio de 2016

Foto: Ricardo Duarte
O Inter bateu o Sport por 1 a 0 nesta quinta-feira no Beira-Rio e alcançou a segunda vitória no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, conquistado graças a um gol contra de Renê, o time de Argel Fucks chegou aos sete pontos, atrás apenas do Santa Cruz, que leva vantagem no saldo de gols.
O Colorado agora volta a campo no próximo domingo, às 18h30min, quando irá enfrentar o Santos na Vila Belmiro. No mesmo dia, mas às 11h, o Sport recebe o Corinthians na Ilha do Retiro.
Esquema com três volantes não funciona no primeiro tempo
O técnico Argel Fucks repetiu a escalação da vitória sobre o São Paulo, mas o Inter apresentou um futebol bem diferente no primeiro tempo da partida contra o Sport no Beira-Rio. Com a missão de propor o jogo, o Colorado encontrou muitas dificuldades com três volantes e viu a estratégia do Sport funcionar melhor na primeira etapa.
O Inter até começou o jogo criando uma chance de gol logo aos 2 minutos, quando Vitinho bateu da entrada da área e Magrão fez a defesa. A oportunidade foi uma das raras ao longo do primeiro tempo.
A única chance realmente clara de gol do Inter ocorreu aos 24 minutos. Após cruzamento da direita, Fabinho dividiu com a defesa e a bola sobre limpa para Vitinho, mas o atacante pegou mal na bola e mandou muito alto.
Vendo as dificuldades do time com três volantes, Argel não esperou o intervalo para mexer. Aos 35, o meia Gustavo Ferrareis entrou no lugar de Anselmo. A troca, no entanto, nem deu tempo de dar resultado e o Inter seguiu sem criar nos minutos finais da primeira etapa.
Dentro da sua proposta, o Sport foi superior ao longo do primeiro tempo. Faltou ao time pernambucano finalizar ao gol. A única defesa difícil de Danilo Fernandes aconteceu aos 37 minutos em chute de fora da área e Everton Felipe.
Inter volta melhor e conta com gol contra para vencer
O Inter voltou para o segundo tempo com uma postura totalmente diferente da primeira etapa. Desde o primeiro minuto, o time de Argel Fucks conseguiu pressionar o Sport. Logo aos 40 segundos, Vitinho deu belo passe para Fabinho, que desviu e Magrão fez uma grande defesa para manter o 0 a 0.
O lance foi uma tônica do que seria a partida até o Inter abrir o gol. O Colorado seguiu pressionando e obrigando Magrão a fazer difíceis defesas. Aos Vitinho cruzou para Andrigo, que finalizou de carrinho para defesa do goleiro pernambucano. Magrão apareceu novamente aos 9 ao pular no canto e defender o chute de William.
Depois de tanto defender, Magrão não pode fazer nada aos 12 minutos. Artur cruzou da esquerda o lateral Renê, tentando cortar antes da chegada de Andrigo, acabou mandando contra o próprio gol, 1 a 0 Inter.
O gol do Inter fez Oswaldo de Oliveira mexer no time. E foram três alterações ao mesmo tempo. Luiz Antônio, Lenes e Túlio de Melo entraram nos lugares de Everton Felipe, Vinícius Araújo e Serginho aos 22 minutos.
Mas foi o Inter que quase marcou logo após aos trocas. Aos 24, Vitinho arrancou pela esquerda e chutou uma bola que passou raspando à trave esquerda de Magrão.
Com o Sport saindo para o jogo para tentar o empate, o Inter passou a ter o contra-ataque que tanto gosta. Aos 28, o time pernambucano se salvou em um lance incrível. Vitinho cruzou da esquerda, Ferrareis finalizou para defesa de Magrão. A bola sobrou para Sasha, que chutou já com o goleiro caído, mas Samuel Xavier apareceu em cima da linha para salvar. Com o cronômetro chegando aos 33, Argel resolveu volta para o sistema com três volantes e mandou Nilton para o campo no lugar de Andrigo.
Logo após a troca, o Sport quase empatou. Após cruzamento de Lenis, Diegou Souza dividiu com a zaga, Danilo Fernandes defendeu e a bola sobrou para Renê, que finalizou quase da entrada da pequena área para fora no lance mais perigoso dos pernambucanos na partida. E terminou assim no Beira-Rio: Inter 1 x 0 Sport.
Brasileirão – 3ª rodada
Inter – 1
Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anselmo (Gustavo Ferrareis) e Andrigo (Nilton); Vitinho (Aylon) e Sasha. Técnico: Argel Fucks
Sport – 0
Magrão; Samuel, Henríquez, Durval e Renê; Rithely, Serginho (Luiz Antônio), Everton Felipe (Lenis), Gabriel Xavier e Vinícius Araújo (Túlio de Melo); Diego Souza. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Gols: Renê – contra (12min/2ºT)
Cartões amarelos: Vitinho, Sasha, Paulão (INT); Vinícius Araújo (SPO)
Árbitro: Igor Benevenuto (MG)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (Fifa-MS) e Marconi Vieira (MG)
Local: Beira-Rio.(Correio do Povo)

Ao Vivo - Rádio Carazinho