INTER VIRA SOBRE O BRASIL-PELOTAS COM GOLEADA DE 4 A 1

1 de abril de 2016

Foto: Fabiano do Amaral
O Inter sofreu um susto contra o Brasil de Pelotas, nesta quinta-feira, mas virou a partida no segundo tempo, aplicando uma sonora goleada no Beira-Rio. Após sofrer gol em um primeiro tempo ruim, o time deu a resposta e buscou o 4 a 1 na etapa final.
Com a vitória em casa, o Inter sobe para a terceira colocação no Gauchão, com 23 pontos, e, de quebra, garantiu mando de campo nas quartas de final. Na última rodada da primeira fase, o Colorado vai a Vacaria enfrentar o Glória, no domingo, às 16h. Já o Brasil caiu para a 10ª colocação e, com 13 pontos, segue tanto com chances de classificação quanto ameaçado pelo rebaixamento. Os pelotenses enfrentam o Passo Fundo no domingo.

Brasil se sente em casa no primeiro tempo
O Colorado teve um primeiro tempo para esquecer no Beira-Rio. Saiu atrás do placar, perdeu oportunidades e errou muito, aparentemente com pressa em buscar o prejuízo. O Brasil de Pelotas, por sua vez, começou a partida fechado e apostando nos contra-ataques e a estratégia surpreendeu o Inter nos minutos iniciais. Aos 10 minutos, Marcos Paraná recebeu na direita, girou sobre a marcação e chutou no ângulo, de fora da área. Um golaço, sem chances para Alisson.
Aos 17 minutos, Anderson desperdiçou a primeira chance e sofreu algumas vaias. Ele apareceu de surpresa dentro da área, num cruzamento de Artur. O volante chutou de primeira, mas pegou embaixo da bola e isolou. Vitinho também experimentou de fora da área, mas mandou para fora, enquanto Sasha finalizou fraco dentro da área, para defesa de Eduardo Martini.
Um lance polêmico marcou o fim da etapa. Aos 44 minutos, o goleiro Eduardo Martini espalmou bola, esperou e depois pegou de novo na área, o árbitro apitou tiro livre indireto, apesar do goleiro não ter segurado a bola anteriormente. No chute, Paulão perdeu a chance batendo forte contra a barreira.
Reação em forma de patrola
Se o primeiro tempo foi de se esquecer, o segundo é para ser lembrado. O Inter começou com tudo. Anderson fez o gol do desabafo aos três minutos. Sasha tentou a conclusão, que foi abafada. Dois zagueiros tentaram proteger para Martini, mas o volante colorado chegou antes e cutucou para o fundo das redes.
Mal deu tempo de comemorar e lá veio outra festa. Um minuto depois, veio a virada. Andrigo foi lançado na área, ganhou da zaga e chutou forte, no canto esquerdo, sem chances para o goleiro do Xavante evitar a virada.
Depois disso, o Colorado assumiu o controle do jogo, e ampliou aos 21 minutos. Anderson fez a assistência para Andrigo, no meio das pernas de um defensor. O meia, limpou a jogada com um toque para a esquerda e fulminou no canto esquerdo o 3 a 1.
A goleada veio aos 27 minutos, com Vitinho. Andrigo abriu para o atacante na direita e ele experimentou de fora da área. A bola passou por Martini e bateu na trave do ângulo esquerdo antes de chegar ao fundo das redes para o 4 a 1 em tom de desabafo.
Gauchão – 12ª rodada
Inter 4
Alisson; William (Marquinhos), Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Jair) e Andrigo; Sasha (Aylon) e Vitinho. Técnico: Argel.
Brasil-Pel 1
Eduardo Martini; Weldinho, Cirilo, Leandro Camilo e Brock; Leandro Leite (Galiardo), Washington, Diogo Oliveira, Felipe Garcia (Moisés) e Marcos Paraná; Ramon (Natan). Técnico: Rogério Zimmermann.
Gols: Marcos Paraná (11min/1º), para o Brasil-PEL;  Anderson (3min/2ºT), Andrigo (4min/2ºT e 21min/2ºT) e Vitinho (27min/2ºT).
Cartões amarelos: Sasha (I); Marcos Paraná (B).
Público total: 8.735 (Pagantes: 7.102; Menores: 575; Não pagantes: 1.058).
Renda: R$ 220.300,00.
Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Antonio Albornóz e Fabrício Bassegio.
Local: Beira-Rio.
Fonte:Correio do Povo 

Ao Vivo - Rádio Carazinho