Inter volta a ter baixo rendimento e perde para o Botafogo no Beira-Rio

27 de junho de 2016

Foto: Guilherme Testa
Neste domingo, no Beira-Rio, o Inter tinha a oportunidade de chegar à liderança isolada do Brasileiro, mas uma derrota para o Botafogo, que no início da rodada estava no Z-4, por 3 a 2, acabou com o sonho. E o pior, mais uma vez os comandados de Argel Fucks tiveram um rendimento bem inferior ao que levou o time ao topo no início da competição.
Com dificuldades para chegar ao ataque e com um a menos desde os 42 minutos do primeiro tempo (Fabinho foi expulso), o Colorado criou pouco e ainda deu muitos espaços para o adversário contra-atacar. Em dois deles, o clube carioca abriu a vantagem. O Inter chegou a marcar dois gols, com Sasha e Ernando, mas não foi o suficiente para chegar ao empate.
Com o resultado, o Colorado permanece a dois pontos do Palmeiras com 20 pontos, mas sofre com a aproximação do Santos e do Corinthians. Já o Botafogo é o 17º colocado com 12.
Na 12ª rodada, o Inter enfrenta o Flamengo, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica, na região metropolitana de Vitória, no Espirito Santo. O jogo está marcado para quarta-feira, às 19h30min. Já o Botafogo, na quinta-feira, às 21h, enfrenta o Atlético-MG no estádio Independência.
Inter rende pouco e Botafogo aproveita para marcar dois gols
Aos oito minutos, Luís Ricardo foi lançado pela direita de ataque, foi à linha de fundo e cruzou. Fernandes recebeu sozinho dentro da área, matou com a coxa e chutou para o chão. A bola quicou e foi parar no ângulo direito de Jacsson: Botafogo 1 a 0 Inter. Seis minutos depois, Anderson fez excelente lançamento do campo defensivo para Eduardo Sasha. O atacante invadiu a área, pressionado pelo marcador, e chutou. Sidão salvou ao empurrar a bola pela linha de fundo.
No lance seguinte, William perdeu a bola no campo ofensivo e Diogo Barbosa lançou Camilo pela esquerda. Ele avançou todo o campo de defesa do Inter e cruzou rasteiro para Neilton. O jogador recebeu a bola na linha da grande área, escolheu o lado direito e chutou para ampliar: Botafogo 2×0 Inter.
Aos 24, Camilo arriscou de fora da área, a bola saiu fraca, mas passou próxima ao poste esquerdo de Jacsson. O Inter tentava criar jogadas de ataques, em especial com Sasha, Ferrareis e com os laterais, mas não conseguia furar o bloqueio carioca e criar oportunidade de gols. Na tentativa de diminuir a diferença, o Colorado deixava espaços no campo defensivo.
A segunda boa oportunidade do Inter na partida foi com William aos 31. Andrigo recebeu passe dentro da área e rolou para a entrada de William. O lateral bateu rasteiro e Sidão defendeu com a perna. Seis minutos depois, Jacsson chutou fraco para o ataque, Fernandes pegou a bola no meio de campo pela esquerda, invadiu a área e bateu rasteiro. O goleiro do Inter saltou e empurrou a bola pela linha de fundo.
Nos descontos, aos 47, Ernando invadiu a área e caiu ao ser pressionado pelo marcador. O árbitro Wilton Sampaio entendeu como jogada normal e mandou seguir o jogo, gerando intensa reclamação dos torcedores. Com a atuação do primeiro tempo, o time deixou o gramado apupado pela torcida.
Inter marca dois, sofre um e amarga a terceira derrota no Brasileiro
No retorno para o segundo tempo, Argel retirou o lateral Geferson e colocou Alex na função, além de Marquinhos na vaga do sumido Andrigo. O Inter iniciou pressionando, mas seguia com dificuldades para armar jogadas ofensivas em condições de criar oportunidades de gols. Logo a dois minutos, Dourado invadiu a área e foi desarmado. Na sobra, Anderson chutou por cima da meta de Sidão.
Aos 18 minutos, William colocou a mão no ombro de Ribamar, que despencou dentro da área. O árbitro entendeu como jogada normal e mandou seguir. Na sequência, Neilton chutou próximo ao poste superior de Jacsson. Dois minutos depois, Anderson fez jogada individual e lançou Sasha pela esquerda de ataque. O jogador chutou, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora.
O Inter diminuiu aos 25 minutos. Anderson puxou rápido contra-ataque e passou para Marquinhos, que cruzou da esquerda. A bola atravessou a área e parou no pé de Sasha. O atacante arrumou e chutou no canto direito de Sidão. No lance seguinte, Camilo tabelou com Fernandes e, na entrada da grande área, chutou. A bola foi parar no canto esquerdo de Jacsson: Botafogo 3×1 Inter. Aos 28, Alex cobrou escanteio pela esquerda de ataque e Ernando cabeceou entre os marcadores para diminuir a diferença. Inter 2×3 Botafogo.
Aos 33, Fernandes recebeu passe na entrada da área, totalmente livre, e chutou rente ao poste direito de Jacsson. Sete depois, Alex cobrou falta próximo da meia lua da grande área, mas a bola foi no meio da meta e Sidão pegou com tranquilidade. Aos 42, Bruno Baio aparou de cabeça cruzamento de Sasha e colocou a bola na direção do gol. Sidão saltou e fez uma linda defesa. No minuto seguinte, Marquinhos aproveitou rebote e chutou forte. A bola bateu em um jogador do Botafogo e os jogadores do Inter ficaram reclamando de mão, mas o árbitro mandou seguir.
Apesar de insistir até o fim do jogo, o Colorado não conseguiu marcar o gol de empate e chega à terceira derrota no Brasileiro.
Brasileirão – 11ª Rodada
Inter 2
Jackson; William, Alan Costa, Ernando e Geferson (Alex); Rodrigo Dourado, Fabinho, Anderson e Ferrareis (Bruno Baio); Sasha e Andrigo (Marquinhos).
Técnico: Argel Fucks.
Botafogo 3
Sidão; Luís Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva, Diogo Barbosa, Aírton (Rodrigo Lindoso), Bruno Silva, Fernandes, Camilo (Gervasio Núñes), Neílton e Ribamar.
Técnico: Ricardo Gomes
Gols: Sasha (25min/2ºT) e Ernando (28min/2ºT); Fernandes (7min/1ºT), Neilton (15min/1ºT) e Camilo (26min/1ºT)
Cartões amarelos: Gervásio, Renan Fonseca e Sidão (B) e Alan Costa, Rodrigo Dourado, Geferson e Ernando (I)
Cartões vermelhos: Fabinho (I)
Árbitro: Wilton Sampaio
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Pablo Almeida da Costa (Asp-Fifa/MG)
4º Árbitro: Igor Junio Benevenuto (Asp-Fifa/MG)
Local: Beira-Rio
Correio do Povo

Ao Vivo - Rádio Carazinho