Juros do cheque especial sobem para 308% ao ano e batem novo recorde

25 de maio de 2016

Tags:Brasil
Foto: Itaci Batista
Os juros médios cobrados pelos bancos nas operações com cheque especial atingiram em abril 308,7% ao ano, o maior patamar desde o início da série histórica, em julho de 1994, ou seja, em quase 22 anos. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (25) pelo BC (Banco Central).
Em relação a março, os juros cobrados no cheque especial tiveram aumento de 7,9 pontos percentuais. Nos últimos 12 meses até abril, a alta foi de 82,8 pontos percentuais. Esse tipo de empréstimo, alertam os especialistas, só deve ser utilizado em momentos de emergência e por um prazo curto. A inadimplência do cheque especial somou 14,4% em abril.
Cartão de crédito
Se a taxa de juros é alta para o cheque especial, ela pode ser considerada proibitiva para o crédito rotativo. Segundo o Banco Central, os juros médios cobrados pelos bancos nesta operação – a modalidade mais cara do mercado – ficaram em 448,6% ao ano em abril.
A recomendação de economistas é que os clientes paguem toda a sua fatura do cartão no vencimento, não deixando saldo devedor. A inadimplência desta operação, segundo o BC, somou 36,4% em abril – uma das mais altas entre as modalidades de crédito.(O SUL )

Ao Vivo - Rádio Carazinho