MULHER MORRE ATROPELADA NA AVENIDA SANTOS DUMONT

11 de junho de 2015

A vida da merendeira Cenira Almeida Rodrigues (59) foi interrompida na metade do caminho da casa dela até a Escola Estadual de Educação Lilia Guimarães, na vila Cohab II onde trabalhava. Ela morreu atropelada no início da manhã desta quarta-feira (10) quando caminhava pelo acostamento da Avenida Santos Dumont, esquina Adroaldo Ribeiro. O acidente aconteceu por volta das 7h20min da manhã. Cenira era mãe de três filhos maiores de idade e estava separada havia muitos anos do marido. 
Conforme testemunhas chovia fraco e estava um pouco escuro na hora do acidente, mesmo assim, foi possível ver quando o motorista de uma camioneta de cor escura atropelou a merendeira que levava uma sombrinha, cor rosa, na mão. O carro, possivelmente uma camionete Fiat, modelo Fiorino, carroceria aberta, estaria transitando em ziguezague pela avenida, uma das mais movimentadas da zona leste da cidade. Cenira que vestia uma blusa amarela e uma calça legging foi jogada ao solo e não levantou mais, enquanto o motorista seguia em direção a vila Rui Ramos, deixando pedaços de um farol que acabou quebrando durante o choque. A Brigada Militar e o SAMU foram chamados ao local por populares. Os paramédicos não conseguiram reanimar a mulher que sangrava muito na cabeça e acabou morrendo no local.

Fonte: Jornal Diario da Fronteira

Ao Vivo - Rádio Carazinho