NA ESTREIA DA COPA DO BRASIL, GRÊMIO SOBRA EM CAMPO E DERROTA O FURACÃO NA ARENA DA BAIXADA POR 1 A 0

25 de agosto de 2016

Foto: Grêmio/Divulgação
O Grêmio venceu o Atlético-PR por 1 a 0 com sobras na estreia da Copa do Brasil. O Tricolor foi à Arena da Baixada na noite desta quarta-feira (24) enfrentar a equipe orientada por Paulo Autuori e poderia ter voltado para Porto Alegre com uma goleada a seu favor. Como pecou nas finalizações, obteve apenas uma magra vitória, mas que garantiu vantagem para a formação gaúcha no jogo de volta, dia 21 de setembro, na Arena.
Se empatar com qualquer escore, o Grêmio estará nas quartas de final. Repetição de placar leva a decisão para os pênaltis. O Atlético-PR terá de fazer dois gols de diferença para superar o Tricolor.
O Grêmio foi muito superior durante grande parte da partida. O time controlou o adversário e saiu velozmente para o contra-ataque. Num destes momentos, Bolaños abriu o placar aos 7 minutos do primeiro tempo.
Exceto pelos 15 primeiros minutos do segundo tempo, quando o Atlético-PR esteve perto do empate, o Grêmio foi dono do encontro. Luan e Everton tiveram oportunidades muito claras de matar a partida, mas erraram nas finalizações.
“Foi um jogo muito maduro. Controlamos nosso adversário. Fizemos grande jogo e tivemos oportunidades para fazer um resultado ainda melhor”, disse o técnico Roger Machado. “Vencer sempre é bom, ainda mais quando se joga bem, aumenta a confiança do time”, emendou.
Ficha técnica
Atlético-PR (0): Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Hernani; Galhardo (Juninho), Luan (Giovanny) e M. Guilherme (J. Pedro); André Lima. Técnico: Paulo Autuori.
Grêmio (1): Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson e Ramiro; Douglas, Miller Bolaños (Everton) e Luan (Kaio). Técnico: Roger Machado.
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG), com Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP). Gol: Bolaños (7min/1ºT). Cartões amarelos: Thiago Heleno (A); Marcelo Oliveira (G). (Osul)

Ao Vivo - Rádio Carazinho