Pai luta há cinco anos para responsabilizar os culpados pela morte do filho

25 de novembro de 2016

Tags:Alegrete
Foto:Alegrete Tudo
Neste 25 de novembro, Geferson Maidana Cambraia Junior estaria completando 25 anos. O pai relata que a busca para que os responsáveis fossem punidos foi árdua, mas que ele não poderia deixar impune. Passados três anos do acidente fui até à DP e soube que estava tudo arquivado. “Foi então que busquei ajuda e consegui em dois anos com que o Delegado reabrisse o inquérito. Neste período, os envolvidos também foram ouvidos e foi solicitado o resultado da perícia” – comenta
Encaminhado ao Ministério Público a denúncia foi enviada ao Juiz que aceitou e instaurou uma ação penal. Essa decisão saiu nesta semana.
Geferson falou à reportagem que nunca desistiu e agora acredita que a Justiça será feita. Ele revela, ainda, que nunca teve acompanhamento de advogado. “Toda minha luta foi com muita força de vontade e perseverança. Algumas pessoas foram importantes, me ajudaram muito, agradeço a todas. Mas o principal e, acredito que é o que deve ser ressaltado, é que as pessoas não podem desistir facilmente e tampouco esperar que as coisas aconteçam, devemos sempre procurar  pelos nossos direitos” – salienta

Foto:Juner Vieira

Foram cinco anos incansáveis que me dediquei diariamente para que esse crime não ficasse impune. Meu filho, hoje, poderia estar aqui comemorando comigo e toda família seus 25 anos. Ele era um filho maravilhoso e tinha muitos sonhos a realizar” – conclui
Júnior, saiu de casa, na noite de sexta-feira, do dia 25 de novembro de 2011,  com mais dois amigos para comemorar o aniversário de 20 anos. Quando estavam retornando para casa, já na madrugada de domingo, ele e os amigos pegaram carona de um conhecido. No cruzamento da esquina Mariz e Barros com David Canabarro eles sofreram um acidente de carro. De todos os envolvidos, Junior, que estava na carona do Corsa, foi a única vítima fatal.O outro carro era um Clio.
Os familiares da vítima esperam que seja feito justiça e que os culpados pelo acidente sejam devidamente punidos.(Alegrete Tudo)

Ao Vivo - Rádio Carazinho