POR ENQUANTO, SENAI DE URUGUAIANA NÃO SERÁ FECHADO

8 de julho de 2016

Tags:Uruguaiana
Foto:Diário da Fronteira

Recentemente, a imprensa estadual chegou a divulgar que o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) havia fechado várias unidades no Rio Grande do Sul, três delas na região, e que outras oito escolas ainda correriam o risco de encerrar as atividades até o fim do ano. A reportagem do Diário da Fronteira buscou esclarecimentos sobre a situação em Uruguaiana. Apesar das especulações, a direção do complexo de educação garantiu que a unidade local continuará funcionando normalmente. Foram fechadas as escolas de Alegrete, Itaqui, São Borja, Cruz Alta, Santiago, Soledade, Santana do Livramento, Rosário do Sul e Dom Pedrito. A decisão foi tomada por causa da crise econômica e da queda na arrecadação da contribuição das indústrias. De acordo com o diretor regional do Senai, Carlos Artur Trein, na região apenas as escolas menores fecharam as portas. “Não estamos com a pretensão de encerrar Uruguaiana. (…) Optamos por finalizar os trabalhos nas unidades com menos alunos. O serviço é mantido pela indústria, então quando ela vai mal, reflete na nossa arrecadação, que nos últimos anos caiu cerca de 20%”, esclarece. Trein também destaca que o Senai fez uma análise antes de tomar a decisão e, através dela, constatou que em algumas cidades as escolas não possuíam prédios próprios. Por isso, haveria a necessidade de adequação dos locais, como o licenciamento do Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios (PPCI). “Percebemos que essa manutenção se tornaria muito cara, além da crise econômica e política que vivemos no país. É a junção desses fatores que fez com que tivéssemos que encerrar algumas unidades”, disse.(Diário da Fronteira)

Ao Vivo - Rádio Carazinho