Presidente do Tribunal de Justiça pede urgência na conclusão do Presídio Estadual de Canoas

22 de setembro de 2016

Foto: Eduardo Nichele
O secretário de Segurança Pública do Estado, Cezar Schirmer, realizou na tarde desta quarta-feira visita de cortesia ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Luiz Felipe Silveira Difini.
Durante o encontro, o presidente do TJ reforçou sua preocupação com a falta de vagas nos presídios. “A solução do problema referente ao Presídio de Canoas é para ontem, tão imensa é sua prioridade em todos os sentidos, eis que vai aliviar a situação do Central, em Porto Alegre, com a criação de aproximadamente 2.500 vagas”, afirmou Difini.
Schirmer garantiu “que a grande medida urgente para enfrentar a insegurança no Estado é a criação de novas vagas nos presídios e penitenciárias”. O secretário afirmou que “a sua equipe está se dedicando a enfrentar todas as questões burocráticas e entraves que até agora estão impedindo a abertura do Presídio de Canoas”.
O desembargador Difini disse ainda que desde o começo do atual governo há um registro de 4.000 novas prisões, porém com a inexistência de sequer uma nova vaga em estabelecimentos.
“Existe um aumento no número de detentos, porém não ocorre a busca de alternativas para viabilizar a implementação de mais vagas”, afirmou o presidente do tribunal. Difini afirmou que também é fundamental resolver o problema envolvendo a não apresentação, pela Susepe, de presos regularmente requisitados, impedindo a realização de aproximadamente 70% das audiências.
O juiz da Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas de Porto Alegre, Luciano André Losekann, também participou da audiência.(O SUL)

Ao Vivo - Rádio Carazinho