Proprietários de veículos poderão receber informações do Detran pelo celular

23 de setembro de 2016

Tags:Brasil
Foto: EBC
O Detran começa a se comunicar com os proprietários de veículos por celular e e-mail já a partir desta Semana Nacional de Trânsito.
Desde esta quinta-feira (22), quem vai a um Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) abrir um serviço pode deixar seu número de telefone celular e seu endereço de e-mail para receber informações sobre o andamento da documentação. Na sequência, recebe um SMS com um código para validar as informações prestadas.
Esse é o primeiro passo de um planejamento de atendimento digital que começa a ser implantado pelo Detran, com base em um cadastro de celulares e de e-mails autorizados pelos principais interessados.  Somente poderão ser fornecidas as informações do proprietário do veículo, e não de procuradores.
A modernização e agilidade na entrega de informações aos usuários é uma iniciativa que se integra à Semana Nacional de Trânsito.
O Detran atende hoje cerca de 150 mil proprietários de veículos por mês em seus CRVAs, o que permite uma expectativa de ampla coleta de números de telefones celulares e de endereços de e-mails em pouco tempo. Em um segundo momento, quem abrir serviços de habilitação de condutores também terá a mesma oportunidade.
Coleta das digitais
Em breve dois outros projetos digitais devem entrar em funcionamento buscando aperfeiçoar os serviços ao cidadão. Vai começar a qualificação do processo de habilitação pela coleta das digitais em Porto Alegre.
A biometria será implantada em todas as etapas do processo de habilitação, integrada ao controle eletrônico e à filmagem de aulas e provas. Neste primeiro momento, estão sendo instalados os equipamentos e realizada a captura na abertura do processo.
O Detran também estreia no Login Cidadão, espécie de identidade digital que oferece acesso aos serviços do governo do Estado, com consultas às informações sobre a habilitação e os veículos de propriedade da pessoa cadastrada.
Sua utilização é exclusivamente para fins pessoais, não sendo permitida a utilização em nome de terceiros ou com a finalidade de obter informações de terceiros.
De acordo com o governo, a iniciativa promove a desburocratização e a integração de sistemas, diminui a possibilidade de fraudes e padroniza o acesso às bases de dados do Estado.(O SUL)

Ao Vivo - Rádio Carazinho