Reservas do Grêmio empatam com o Santos e salvam ponto fora de casa

17 de outubro de 2016

Foto: Guilherme Kastner
Os reservas do Grêmio surpreenderam o Santos e conquistaram um ponto valioso, neste domingo, na Vila Belmiro, pela 31ª rodada do Brasileirão. Mesmo desfalcado, o Tricolor fez frente e garantiu o 1 a 1 fora de casa. Com o resultado, chega a 47 pontos, no oitavo lugar. O Santos vai a 55, em quarto. O foco agora está na Copa do Brasil, quarta-feira contra o Palmeiras.
O Grêmio surpreendeu escalando time reserva e mais ainda ao abrir o placar no primeiro tempo. Mas os donos da casa logo encaixaram a marcação e passaram a pressionar muito o Tricolor. O resultado natural foi o empate, com a virada não vindo por falta de pontaria e algumas intervenções de Bruno Grassi.
Com reservas, mas a valer
Logo aos três minutos, Rafael Thyere salvou os gremistas. Thiago Maia recolheu bola na área e chutou com endereço certo, mas o zagueirão colocou o pé na frente para evitar o gol. No contragolpe, por pouco Éverton não surpreendeu. Foi lançado na intermediária, conseguiu levar até a meia-lua, mas demorou para chutar. David Braz afastou.
Aos 9 minutos, contudo, o atacante gremista fez bela jogada individual e não perdoou. Éverton recebeu na quina direita da área, girou sobre o marcador e chutou firme no canto esquerdo. O goleirão Vanderlei tentou, mas não achou nada.
Depois de sofrer o gol, contudo, o Santos começou a empurrar o Tricolor para sua área, com muita pressão. Aos 13, Jean Mota cruzou para Ricardo Oliveira, livre, mas Bruno Grassi se antecipou. Aos 20, contudo, ele não conseguiu fazer nada. Lucas Lima cobrou escanteio na área, Fabian Noguera subiu melhor que Fred e cabeceou no canto direito. A bola ainda bateu nas duas traves, antes de entrar bem devagar.
Bruno Grassi teve que agir de novo, aos 28, para evitar a virada. Copete recebeu livre na área, em um contragolpe após erro de Iago, e o goleirão se adiantou nos pés para fechar o ângulo. Rafael Thyere completou com um balão.
Noguera ainda levou dois sustos em cobranças de escanteio, sempre melhor que Fred. O zagueiro gremista, pelo menos, conseguiu atrapalhar o rival, que acabou mandando, primeiro por cima, e depois nas mãos de Bruno Grassi. Aos 45, num lance isolado, quase que o Tricolor voltou à frente. Iago recebeu na esquerda e tentou surpreender. Bateu cruzado, no cantinho, mas o goleirão voou na direita para espalmar.
Peixe pressiona, mas Grêmio equilibra
O Santos tentou se impor no começo da etapa e ameaçou com Ricardo Oliveira, em falta cobrada por cima aos 8 minutos. Aos 18, Copete recebeu na esquerda e cruzou na pequena área, Ricardo Oliveira finalizou de carrinho, mas mandou para tiro de meta. O zagueiro Kannemann entrou no lugar de Fred, lesionado, e quase fez lambança. Ele tentou afastar na linha de fundo e mandou uma rosca para o meio da área. Copete chegou batendo de primeira, mas mandou por cima
A partir daí, o Grêmio conseguiu equilibrar, e ainda teve o reforço de Maicon e Bolãnos, aumentando as alternativas para criar jogadas. Ainda assim, o Santos foi para cima. Aos 34, Vitor Bueno recebeu na quina, driblou a marcação e chutou no ângulo, mas Bruno Grassi fez grande defesa.
A oportunidade do jogo, porém, foi gremista. Bolaños lançou Éverton na cara do gol. O garoto tentou a cavadinha e Vanderlei espalmou. A bola voltou para os pés do atacante, que tentou resolver com categoria e acabou chutando em cima do travessão. Na resposta do Santos, quase veio o castigo. Vitor Bueno cruzou na área, Paulinho chutou de voleio e carimbou o poste direito. A bola pipocou na pequena área, mas Kannemann mandou o balão longe para evitar o gol.
Brasileirão – 31ª rodada
Santos 1
Vanderlei; Victor Ferraz, Fabian Noguera, David Braz (Yuri) e Zeca; Thiago Maia (Paulinho), Renato, Lucas Lima e Jean Mota (Vitor Bueno); Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.
Grêmio 1
Bruno Grassi; Wallace Oliveira, Fred (Kannemann), Rafael Thyere e Iago; Jailson, Kaio (Maicon), Guilherme Amorim e Lincoln; Guilherme (Bolaños) e Everton. Técnico: Renato Portaluppi.
Gols: Éverton (9min/1ºT), para o Grêmio; Fabián Noguera (20min1ºT), para o Santos.
Cartões amarelos: Bruno Grassi, Rafael Thyere, Kannemann, Guilherme Amorim, Maicon e Lincoln (G); Lucas Lima (S).
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB).
Local: Vila Belmiro (Santos).
Fonte:Correio do Povo

Ao Vivo - Rádio Carazinho