RONDA SOCIAL ESTÁ PARADA EM URUGUAIANA

14 de junho de 2016

Tags:Uruguaiana

Foto: Caroline Rossasi
O fim de semana teve dias de frio intenso em todo o Rio Grande do Sul. Em Uruguaiana, as temperaturas registradas foram as mais baixas do ano até o momento. Apesar disso, a Ronda Social, realizada pela Secretaria de Ação Social e Habitação, não está percorrendo as ruas da cidade. O serviço recolhe pessoas que não têm abrigo e encaminha ao Albergue Municipal.

No sábado (11), a temperatura chegou aos 0ºC, mas a sensação térmica ficou negativa. A geada tomou conta dos campos e, mesmo com o dia ensolarado, o vento era cortante. Segundo os meteorologistas, não fazia tanto frio desde 2008 no Estado.

Apesar das belas paisagens, a queda na temperatura também acaba castigando quem não possui um lugar adequado para dormir. É o caso dos moradores de rua, que sofrem nessa época. Este ano, como os termômetros despencaram ainda no outono, muitos foram pegos de surpresa. Os mendigos podem ser vistos nos arredores do Mercado Público Municipal, Parque Dom Pedro II e diversos outros locais no centro de Uruguaiana.

O grande número de moradores de rua é reflexo da ausência da Ronda Social, que deveria ser realizada nos dias de frio, mas não está acontecendo. O trabalho era feito durante a noite, onde a equipe percorria os bairros da cidade em uma viatura, buscando as pessoas que não possuem um local adequado para pernoitar e encaminhava ao Albergue Municipal. O local fica localizado junto ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) I, no Bairro Cabo Luiz Quevedo.

Uma fonte ligada ao setor que não quis se identificar disse que a atividade está paralisada desde o ano passado. Ainda de acordo com o informante, a equipe era formada por três pessoas e desempenhava as rondas todas as noites, porém, os funcionários foram exonerados. “Todos os servidores que faziam esse trabalho foram desligados em abril de 2015. Um deles foi contratado novamente algum tempo depois, mas está trabalhando em outro setor atualmente”, revelou. A fonte também afirmou que alguns moradores de rua que conhecem o serviço estão indo dormir no albergue por conta própria.

O secretário interino de Ação Social e Habitação, Alexandre Brum, confirmou que os serviços ainda não foram retomados. Entretanto, o responsável pela pasta não soube explicar o motivo e nem desde quando a ronda está parada por ter assumido a secretaria recentemente. Brum se prontificou levantar as informações para esclarecer o fato, mas só irá se pronunciar nesta segunda-feira (13).(Diário da Fronteira)

Ao Vivo - Rádio Carazinho