Sem jogar bem, Inter cede empate ao Coritiba

24 de junho de 2016

Foto: Ricardo Duarte 
O Inter viu a liderança do Brasileirão ficar um pouco mais distante nesta quinta-feira. Em uma noite instável do time, os comandados de Argel cederam o empate em 1 a 1 para o Coritiba, no estádio Couto Pereira, depois de sair na frente no confronto válido pela 10ª rodada.
Com o resultado, os colorados chegam a 20 pontos – dois atrás do Palmeiras – e encerram a rodada em segundo lugar na tabela, enquanto o Coxa vai aos nove pontos, em 17º. O Inter volta a campo no próximo domingo, quando recebe o Botafogo, no estádio Beira-Rio. O jogo será às 16h. No mesmo dia, o Coritiba vai a Florianópolis enfrentar o Figueirense.
Inter marca após sofrer pressão
A partida começou equilibrada e truncada. Fora um pequeno susto que o Inter levou, quando Nery conseguiu se livrar da marcação e cabecear ao lado da trave colorada, as chances foram escassas nos primeiros minutos, ao contrário das divididas.
A primeira boa oportunidade ocorreu apenas aos 19. Juan cobrou falta pouco à frente da área colorada e quase acertou o ângulo de Danilo Fernandes. A resposta do Inter veio três minutos depois. Anderson levantou na área e encontrou Ernando, que cabeceou e obrigou Wilson a protagonizar uma boa defesa.
A partir daí, pouco a pouco, o Coritiba foi crescendo no jogo. Aos 26, Juan cobrou falta de quase o meio campo. A bola chegou a quicar na área do Inter e depois Danilo Fernandes precisou sair entre dois atacantes do Coritiba para afastar. No minuto seguinte, a cabeçada de Kleber raspou a trave.
O Coxa ensaiva uma verdadeira blitz, mas não teve efetividade. Algo que o ataque do Inter teve justo neste momento. Depois de cobrança de escanteio mal-sucedida. Vitinho mandou a bola em cobrança de lateral. Ernando desviou e Anderson completou, de cabeça, encobrindo Wilson. Gol!
O placar atrapalhou os donos da casa, que não conseguiram voltar a imprimir pressão como antes. E, quando conseguia tocar a bola, o Inter aparecia com perigo. Gustavo Ferrareis por pouco não marcou aos 39, quando recebeu de Anderson e arriscou da meia-lua.
Inter recua demais e sofre o empate
Mal rolou a bola para a etapa final e Eduardo Sasha cabeceou quase na risca da pequena área e só não correu para o abraço, porque Wilson operou um pequeno milagre sob as traves do Coritiba, que voltou para com mais um atacante, Iago. Mas se o lance sugeriria uma pressão do Inter, os paranaenses logo se atiraram em busca do ataque.
A zaga colorada teve trabalho para retirar as bolas levantadas na área. Dessa forma, os donos da casa encurralaram os colorados no campo de defesa. Aos 16, Felipe Amorim teve falta para cobrar na pequena área, mas mandou por cima. Foi um dos últimos lances dele no jogo, que logo depois deu lugar a Leandro.
O ex-atacante do Grêmio, em sua primeira ação no jogo, complicou a defesa colorada, levando a bola à ponta direita e cruzando para Kleber, que desviou e fez com que Danilo Fernandes se esticasse bastante para dar um tapinha e jogar para escanteio. Mas só adiou o empate: na cobrança de escanteio, outra vez Nery surgiu livre. Desta vez a bola sobrou no pé dele, que empurrou para o gol: 1 a 1.
Após ter reequilibrado as ações depois do gol, o Coxa voltou a crescer a partir dos 33, empurrado pela torcida. Aos 35, Ruy cruzou e Iago quase virou o jogo, de cabeça. Para complicar as coisas, Danilo Fernandes sentiu lesão nesta altura, quando Argel já havia efetuado as três substituições.
O Inter ainda conseguiu chegar aos 39, quando Vitinho arriscou de longe, mas Wilson defendeu. Em seguida, o atacante cometeu falta e levou o terceiro cartão amarelo, tornando-se desfalque contra o Botafogo. Antes do apito final, Nery cometeu falta forte e foi expulso. Mas nem deu tempo de o Inter aproveitar a vantagem numérica e o jogo terminou empatado.
Brasileirão – 10ª rodada
Coritiba 1
Wilson; Walisson Maia (Iago), Nery, Luccas Claro e Carlinhos; Edinho, Juan, Dodô, Ruy, Felipe Amorim (Leandro); Kleber. Técnico: Pachequinho
Inter 1
Danilo Fernandes; William, Ernando, Alan Costa e Geferson (Artur); Bob, Fabinho, Anderson (Alex) e Ferrareis (Aylon); Eduardo Sasha e Vitinho. Técnico: Argel
Gols: Anderson (33/1), Nery (23/2)
Cartões amarelos: Nery, Luccas Claro; Eduardo Sasha, Gustavo Ferraeis, Alan Costa, Vitinho;
Cartão vermelho: Nery
Arbitragem: Eduardo Valadão (GO), auxiliado por Cristhian Sorence (GO) e Daniel Andrade (DF)
Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba.(Correio do Povo)

Ao Vivo - Rádio Carazinho