Uruguaiana buscará Recursos na Iniciativa privada para a realização do Carnaval 2017

9 de janeiro de 2017

Tags:Uruguaiana
O secretário de Governo de Uruguaiana, Paulo Fossari, disse nesta manhã em entrevista ao Jornal da Hits, que a realização do Carnaval Fora de Época de Uruguaiana está confirmada, no entanto, a Prefeitura não investirá recursos públicos na festividade. “Estamos buscando recursos junto a iniciativa privada e através da Lei Rouanet. Temos grupos trabalhando intensamente para isso”, disse Paulo.
Com o encolhimento da arrecadação provocado pela crise nos governos federal e estadual, prefeitos de grandes cidades do Rio Grande do Sul  cancelaram as festas.
A exemplo de Porto Alegre,  as prefeituras de Santa Maria e Caxias do Sul, cidades que juntas somam 756 mil habitantes, também decidiram não colocar verba pública em desfiles ou eventos do gênero. Para que os desfiles se realizem, os prefeitos Jorge Pozzobom (PSDB) e Daniel Guerra (PRB), a exemplo de Ronnie Mello (PP) estão empenhados em pedir à iniciativa privada o apoio e patrocínio para as escolas de samba e o custeio da infraestrutura. 
Se o dinheiro arrecadado junto aos empresários for insuficiente, a festa pode ser cancelada.
O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato (PTB), decidiu reduzir o investimento no setor: vai patrocinar duas muambas em diferentes bairros, e deixar de custear o desfile das escolas de samba. Segundo Busato, a verba será destinada para a abertura de vagas em creches.
Sublinhado durante a campanha eleitoral, o discurso de contingenciamento ganhou apoio da população, que avalizou a ideia elegendo prefeitos comprometidos com o controle severo do erário.
Em Pelotas, durante a gestão de Eduardo Leite (PSDB), no ano passado, a verba do Carnaval foi reduzida em 80% e o dinheiro economizado direcionado para a abertura de uma UPA 24 horas, custeada, em parte, pela prefeitura. Por esse e outros fatores, Leite conseguiu eleger a sucessora, a então vice-prefeita Paula Mascarenhas (PSDB). (RedeJovemHits)

Ao Vivo - Rádio Carazinho