Fundo do Itaú Unibanco compra parte da Panvel Farmácias

24 de setembro de 2019

Tags:Brasil

Dona da marca Panvel, a Dimed divulgou fato relevante nesta segunda-feira (23) informando da compra de participação na empresa por parte da Kinea, um fundo de investimentos do Itaú Unibanco. Ele adquiriu 90% da posição que era do IP Capital Partners, outro investidor da distribuidora e varejista de medicamentos que tem sede em Eldorado do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre. Com isso, o fundo passa a ter 10,56% do capital social da companhia.

“[N]esta data, os Fundos e o Kinea FIP celebraram Contrato de Compra e Venda de Ações (“Contrato”), por meio do qual os Fundos comprometeram-se a alienar ao Kinea FIP, e o Kinea FIP comprometeu-se a adquirir dos Fundos, 330.508 ações ordinárias e 146.439 ações preferenciais de emissão da Dimed S/A Distribuição de Medicamentos (“Companhia”) de titularidade dos Fundos, representativas, nesta data, de 8,13% das ações ordinárias, 32,58% das ações preferenciais e 10,56% do capital social total da Companhia (“Ações” e “Operação”, respectivamente).”, diz trecho do comunicado enviado pela empresa ao mercado.

A Dimed tem capital aberto. Ou seja, tem ações negociadas na bolsa de valores de São Paulo, a B3. Por isso, enviou o comunicado obedecendo a determinações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor da negociação não foi divulgado, mas considerando valor de mercado das ações, pode ter chegado a R$ 200 milhões.

Procurada pela coluna, a Dimed informou apenas que a operação não mexe na gestão ou no dia a dia dos negócios do grupo gaúcho:

“A Dimed S.A. Distribuidora de Medicamentos informa que o fato relevante publicado em 20/09/19 refere-se à uma compra e venda de ações da companhia realizada entre fundos, na qual o fundo “Kinea Private Equity IV Master” adquiriu papéis que pertenciam aos fundos “IP Participações Master” e “IP Seleção”. Do ponto de vista prático, a Dimed destaca que esta operação em nada interfere no dia a dia dos negócios do grupo (Dimed, Panvel e Lifar).”, diz a nota enviada pela Dimed para a coluna Acerto de Contas.

Confira a nota na íntegra

“[N]esta data, os Fundos e o Kinea FIP celebraram Contrato de Compra e Venda de Ações (“Contrato”), por meio do qual os Fundos comprometeram-se a alienar ao Kinea FIP, e o Kinea FIP comprometeu-se a adquirir dos Fundos, 330.508 ações ordinárias e 146.439 ações preferenciais de emissão da Dimed S/A Distribuição de Medicamentos (“Companhia”) de titularidade dos Fundos, representativas, nesta data, de 8,13% das ações ordinárias, 32,58% das ações preferenciais e 10,56% do capital social total da Companhia (“Ações e “Operação”, respectivamente). 

A implementação da Operação está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes, habituais em operações de natureza similar, incluindo a aprovação das autoridades concorrenciais brasileiras, bem como ao distrato do Acordo de Acionistas da Campanhia celebrado em 12 de janeiro de 2012 e aditado em 14 de outubro de 2013, e a celebração de novo acordo de acionistas entre o Kinea FIP e dos integrantes dos grupos signatários do  Acordo de Acionistas vigente, com exceção de certas pessoas físicas e dos fundos de investimento sob gestão da IP. 

Após a consumação da Operação, a participação total dos fundos de investimento sob gestão da IP no capital social da Companhia será inferior a 5%, tanto em relação às ações ordinárias quanto às ações preferenciais de emissão da Companhia. ” (GauchaZH)

Ao Vivo - Rádio Carazinho