Ponte Preta supera o Fluminense e ainda pressiona por vaga no G6

21 de novembro de 2016

Foto: Fabio Leoni
A Ponte Preta encerrou a sequência de quatro jogos sem vitórias na tarde deste domingo ao bater o Fluminense por 1 a 0, no estádio Moisés Lucarelli. Livre de qualquer risco de rebaixamento, a Ponte chegou aos 49 pontos e está na zona intermediária da tabela, ainda com chances remotas de uma vaga no G6. A diferença para o Botafogo, sexto colocado, é de seis pontos. Com a mesma pontuação, o Fluminense viu o jejum de vitórias aumentar para oito partidas. Tem 49 pontos, mas fica atrás do time paulista pelo número de vitórias: 14 a 13.
Devido ao forte calor na cidade de Campinas, a partida começou em ritmo lento, tanto que o primeiro lance de perigo veio apenas aos 23 minutos. Wendel foi tentar tirar e deu um passe para Cícero, que cabeceou e exigiu grande defesa de Aranha. Na sequência, Gustavo Scarpa perdeu uma boa oportunidade ao chutar torto com o gol aberto.
Em uma das primeiras chegadas, a Ponte abriu o placar aos 42 minutos. Wendel recebeu na área, tirou de Henrique e bateu sem chances para Júlio César. Um belo gol, o quarto dele na competição. No segundo tempo, o Fluminense esboçou uma pressão na Ponte Preta em busca do empate, mas passou a dar espaço para os contra-ataques. E foi assim que o time campineiro quase liquidou o jogo aos 37 minutos. Jeferson escapou em velocidade pelo lado direito e cruzou para Rhayner bater na rede pelo lado de fora.
Nos acréscimos, o volante Douglas foi expulso ao receber o segundo amarelo. Ele fez falta feia em Rhayner, que tentava ajeitar a bola para finalizar a gol, uma vez que o goleiro Júlio César tinha ido para tentar o escanteio no ataque.
A Ponte Preta volta a campo no próximo sábado, contra o Botafogo, às 20 horas, no estádio Luso Brasileiro, no Rio. Depois encerra sua participação diante do Coritiba em Campinas. O Fluminense enfrenta o rebaixado Figueirense no domingo, às 19h30, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC), e se despede em casa, contra o ameaçado Inter.(Correio do Povo)

Ao Vivo - Rádio Carazinho